Projeto “Contação de histórias” é homenageado pelo concurso Cidadania sem fronteiras

Contar histórias sempre fez parte da humanidade, desde a Pré-História quando os homens desenhavam nas paredes das cavernas para registrar o seu cotidiano, suas caças e os perigos enfrentados. Ao longo dos tempos, a narrativa foi se incorporando na vida das pessoas e tomando as mais diversas formas como os contos de fadas, os romances, as crônicas, as histórias em quadrinhos, entre outros tipos.
Além do mais, é por meio das histórias, que desenvolvemos nossa imaginação e criatividade, que nos relacionamos com o outro, que conhecemos as mais diversas culturas.
Entre tantos fatores que fazem da contação de histórias uma importante forma de desenvolvimento psíquico, cognitivo e interpessoal, consideramos para nosso projeto, como fator primordial, a oportunidade de podermos trazer alegria e conhecimentos a crianças menos favorecidas socialmente. Assim, o curso de Letras do Uni-FACEF participa com um projeto de Responsabilidade Social e incentiva nossos alunos a se envolverem nesses e em outros.
O projeto, em parceria com a Legião da Boa Vontade, iniciou-se no ano de 2005, tendo sido orientado no primeiro ano pela Professora Monica de Oliveira Faleiros, no ano de 2006, pela Professora Heloisa Mara Mendes, sempre sob a coordenação da Professora Sheila Fernandes Pimenta e Oliveira. Atualmente, a Professora Maria Eloísa de Sousa Ivan orienta os alunos para a execução das aulas, sob a minha coordenação.
Além das aulas ministradas por um grupo de alunos do 4º semestre do curso de Letras, também promovemos campanhas de arrecadação de brinquedos, gibis, livros infantis, jogos a fim de ajudarmos na implantação de uma brinquedoteca na unidade da LBV. Para a semana da criança, com a colaboração intensa de nossos alunos do curso de Letras arrecadamos mais brinquedos, além de chocolates, pirulitos, balas que serão dados nos dias 15 e 16 de outubro em uma festa que estamos organizando. Mais do que contar histórias, queremos lhes dar alegria, imaginação, sonhos…
Quero agradecer a todos que nos ajudaram, em especial, às professoras envolvidas no projeto, à Profa. Sheila por sua incansável crença no ser humano e no trabalho em equipe e aos nossos alunos do Curso de Letras, sempre prontos a participar de nossas atividades.
O Prêmio Cidadania sem Fronteiras, promovido pelo Instituto da Cidadania Brasil e pala Universidade Presbiteriana Mackenzie, ao homenagear nosso projeto, somente nos fez entender que o nosso sucesso depende da participação coletiva, do trabalho cotidiano, quase imperceptível, que é ajudar quem precisa de nossos conhecimentos, de nosso carinho, de nossa energia.
Obrigada, crianças, vocês são o motivo dessa homenagem!