No Uni-FACEF, todo dia é Dia de Responsabilidade Social

O Uni-FACEF, sempre buscando alternativas para um futuro melhor para nossa comunidade, envolveu professores, funcionários e alunos em uma atividade de sustentabilidade, para comemorar o Dia da Responsabilidade Social Universitária.

Na manhã de 29 de setembro, foram plantadas várias mudas no Parque Ecológico João Roberto Corrêa. Ingazeiros, Espatódeas, Ipês (de todas as cores), Paineiras e Angelins foram algumas das espécies plantadas.

Além dessa ação, durante a semana de início da Primavera, o Uni-FACEF ofereceu à comunidade, mais uma edição da Semana Verde. Na sua segunda edição, aconteceram palestras sobre o uso responsável da água; coleta seletiva; reciclagem; e o uso correto de plantas medicinais. O Uni-FACEF preocupa-se em oferecer uma formação humanística ao seu aluno, conscientizando-o da importância da postura ética, solidária, sustentável, além da própria formação profissional. Como mostra dessa preocupação, o Uni-FACEF desenvolve várias ações de responsabilidade social para a comunidade:

1) Projeto Aprendiz – atende cerca de 240 jovens de 14 a 17 anos de famílias de baixa renda, com o curso Auxiliar Administrativo. O curso é ministrado nas dependências do Uni-FACEF por alunos da IES.

2) Projeto Contação de Histórias – Com orientação de professoras do Uni-FACEF, os alunos do curso de Letras, voluntariamente, visitam instituições atendidas pelo projeto, uma vez por semana para contar histórias para as crianças com idade entre 3 e 11 anos.

3) Projeto Capacitação profissional/ Ensino de Língua Inglesa – oferece, gratuitamente, aulas de Língua Inglesa aos adolescentes do Instituto Pró-Criança. As aulas são ministradas por alunos da IES para cerca de 70 adolescentes.

4) Projeto Capacitação profissional/ Ensino de Informática – oferece, gratuitamente, aulas de informática aos adolescentes do Instituto Pró-Criança.

5) Projeto Trote Solidário – tem como objetivo integrar os alunos do primeiro semestre na comunidade acadêmica, por meio de ações que demonstram a solidariedade para com as instituições filantrópicas e assim construir e difundir o conhecimento, contribuindo para a formação do ser humano, a fim de que ele exerça o seu papel na sociedade com ética e cidadania. Através de uma gincana, os alunos ingressantes arrecadam cestas básicas, alimentos avulsos, nutrientes e doam sangue. No ano de 2012, também foram plantadas 200 mudas de árvore. São envolvidos cerca de 600 alunos do primeiro semestre de todos os cursos da graduação da IES, que contam com o apoio de alunos veteranos dos outros anos.

6) Projeto Escola Livre de Arte – oficinas gratuitas de resgate à cultura artística, para crianças e adolescentes, permitindo a socialização da sensibilidade artística, principalmente para pessoas que não tiveram acesso a essa formação.

7) Projeto A Escola Livre de Arte e os Alunos do Pró-Criança – oferece, para crianças e adolescentes (220 crianças de 7 a 9 anos e jovens de 12 a 15 anos) do Instituto Pró-Criança, oficinas gratuitas de Fotografia Básica e Gráfica Rápida para o resgate da cultura artística, enquanto força socializadora da sensibilidade artística e força motivadora da (re)construção de valores, como: respeito, justiça, solidariedade, liberdade, honra, altruísmo, em um ambiente adequado à arte.

8) Espaço Cultural do Uni-FACEF “José Riciulli” – está formatado com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento pessoal da comunidade; destinado a um público alvo de crianças, adolescentes, jovens e adultos; através da identificação e potencialização de talentos e vocações, construção de capacidades artísticas, ampliação da diversidade cultural, complementação educacional, formação prática cidadã, profissionalização e inserção no mercado de trabalho

9) Conecte-se: a melhor idade conectada com as novas tecnologias – oferece aos associados e/ou respectivos dependentes, com idade superior a 45 anos, da Associação dos Funcionários Públicos do Estado de São Paulo – AFPESP, da unidade regional de Franca (SP), Curso de Informática, ministrado por alunos do Uni-FACEF Centro Universitário de Franca.

10) Comunícate: a melhor idade comunicando-se em espanhol – oferece aos associados e/ou respectivos dependentes, com idade superior a 45 anos, da Associação dos Funcionários Públicos do Estado de São Paulo – AFPESP, da unidade regional de Franca (SP), Curso de Espanhol, ministrado por alunos do Uni-FACEF Centro Universitário de Franca.

11) Projeto Adolescência Planejada: habilidades e talentos potencializados – oferece enfrentamentos efetivos de ordem psicossocial e de educação, não como uma ação circular e ilusória, mas como medida de proteção integral para adolescentes carentes.

12) Projeto Capelinha de Inclusão Digital – tem o objetivo de propiciar a menores infratores curso de Informática nas dependência da Capelinha (igreja), ministrado por alunos do Curso de Sistema de Informação do Uni-FACEF.

13) Atividades de Apoio Psicológico À Comunidade – As atividades de apoio psicológico à comunidade, por meio de estágios do curso de Psicologia, têm como premissa a articulação entre teoria e prática desde o começo da vida acadêmica, uma vez que a formação profissional do psicólogo exige que este esteja em constante contato com a realidade na qual atuará, podendo, assim, desenvolver habilidades, competências e conhecimentos fundamentais para o exercício ético de sua profissão.

14) Clínica Escola de Psicologia do Uni-FACEF –tem o objetivo de oferecer estágio acadêmico para os alunos do curso de Psicologia, garantindo, a eles, o diálogo entre teoria e prática, formando profissionais preparados, além de prestar serviços psicológicos à comunidade, cuidando para que a população seja assistida em suas necessidades. Atende-se, preferencialmente, a comunidade carente regional, a partir de uma triagem, coletando informações sobre a situação financeira dos interessados em receber atendimento psicológico.

15) Projeto Orquestra Sinfônica de Franca – Jovens no Caminho da Música – Apoio do Uni-FACEF à Orquestra Sinfônica de Franca para elaboração do Projeto submetido ao Ministério da Cultura e Obtenção para aprovação nos termos da Lei Rounet. Projeto Aprovado e em andamento .

16) Programa Sol Amigo – visa a educação continuada em saúde com o objetivo de ensinar as pessoas a se protegerem do sol e os efeitos nocivos da radiação ultravioleta. Capacitar professores da rede estadual de ensino a inserir essa temática de maneira interdisciplinar nos seus conteúdos.

17) Semana Verde – O Uni-FACEF celebra o meio ambiente por meio de vivências que se propõem ser transformadoras na vida dos participantes.

18) Projeto Matemática: um novo olhar – iniciativa do curso de Matemática do Uni-FACEF, em que os alunos do curso ministraram aulas de reforço escolar, com o objetivo de trabalhar os conteúdos da disciplina Matemática de forma diferenciada, com metodologias alternativas, valendo-se de jogos, materiais pedagógicos, visando ao dia-a-dia e as expectativas dos alunos, assim direcionando-os para a conscientização de como é importante a Matemática no cotidiano.

19) Projeto Publicidade Consciente – iniciativa da Agência Experimental de Comunicação Agente Júnior do Uni-FACEF que, juntamente com a Secretária da Saúde de Franca, foi responsável pelas campanhas de prevenção de DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis) e AIDS.

20) Projeto Inclusão Digital na Melhor Idade – iniciativa do curso de Comunicação do Uni-FACEF que visou acrescentar técnicas e entrosamento da população acima dos 40 anos com a computação básica, envolvendo noções de navegação na internet, manejo das ferramentas básicas de utilização do computador e softwares básicos. As aulas foram ministradas de forma voluntária, pelos estudantes do Uni-FACEF na Agência Experimental de Comunicação Agente Junior.

21) Projeto ONG Pedra Bruta – apoio do Uni-FACEF sediando a atividades da ONG Pedra Bruta, para dar melhor formação a crianças e adolescentes para sua atuação na sociedade, pela utilização de seu talento pessoal para o estudo, com ética e cidadania.

22) Projeto Pluga-Cuca – apoio do Uni-FACEF com recursos financeiros e pessoas no site Pluga Cuca. Trata-se de um método de ensino que facilita a aprendizagem e utiliza a Internet como ferramenta. A ideia é MONITORIA, deixando RECUPERAÇÃO e REFORÇO fora disso. Evitar, assim, o estigma naquele que, em tese, não aprende.

23) Projeto Bolsas de Estudos Santander – conceder aos alunos da graduação dos cursos de Administração, Economia, e Contabilidade a oportunidade de idealizar um projeto social e aplicá-lo em uma comunidade carente em contrapartida a uma bolsa de estudo.

O resultado de todas essas ações são inúmeras pessoas e suas respectivas famílias atingidas de forma a resgatar-lhes a autoestima e, com eles, construir uma sociedade melhor.

[nggallery id=26]