Mais um TROTE SOLIDÁRIO Uni-FACEF de sucesso

Mais um show de solidariedade!! Foi assim a noite de encerramento da edição 2016, do TROTE SOLIDÁRIO Uni-FACEF, na sexta-feira, dia 08. Com a presença de um bom público na Unidade II, o corpo de jurados, com representantes da comunidade francana, assistiu a apresentações de alunos da Apae, que todos os anos participa na noite de encerramento do Trote Solidário e das equipes participantes, na já tradicional prova de empreendedorismo artístico-cultural.
Nesse ano, para a realização das provas tradicionais (arrecadação de alimentos; arrecadação de suplementos alimentares para o Hospital do Câncer de Franca e doação de sangue), o trabalho das equipes resultou em :
– quase 5 toneladas de alimentos arrecadados e distribuídos a mais de 20 entidades assistenciais de Franca;
– 415 latas de suplementos alimentares para o Hospital do Câncer de Franca; e
– 232 doações de sangue, para o Núcleo Hemoterápico de Franca.
 
Para a prova de empreendedorismo artístico-cultural, cada equipe deveria apresentar uma homenagem ao continente por ela representado e homenagear uma personalidade ligada à solidariedade. A Equipe Amarela, representando a Ásia, homenageou Gandhi e apresentou um mix de danças típicas de países asiáticos, trazendo ao palco um grande dragão chinês. A Equipe Azul, que levou o troféu de Melhor Apresentação da noite, homenageou Sir Nicholas George Winton, um inglês que, durante a Segunda Guerra, organizou o resgate de 669 crianças que seriam enviadas a campos de concentração nazistas, levando-as para a Inglaterra. Mas ele nunca revelou seu feito, que foi descoberto décadas mais tarde. Sir Winton faleceu aos 106 anos, em 01 de julho de 2015, enquanto dormia. A Equipe Preta, representando a África, apresentou aspectos daquele continente, como os mistérios do Egito Antigo, danças tribais e o racismo, que culminou com a prisão do defensor dos direitos e líder africano Nelson Mandela, o Madiba, que chegou a ser presidente da África do Sul após sua libertação após 27 anos de uma prisão injusta. A Equipe Verde, que representava a Oceania, trouxe para o palco uma adaptação da animação “Procurando Nemo”, dos Estúdios Pixar. Durante a saga do peixe, aspectos da Oceania eram apresentados como a cultura, a comida, a música, os maoris e a dança Haka. Ao final, homenagearam o ator australiano Hugh Jackman, notório defensor de causas para ajudar países e comunidades pobres. A Equipe Vermelha representava as Américas e apresentou um mix de dança e música, passando pelo samba, danças típicas, e Frank Sinatra.
Ao final da noite, o Prof. Alfredo José Machado Neto apresentou o resultado final:
1o.) Equipe Azul (Letras, Sistemas de Informação e Psicologia)
2o.) Equipe Amarela (Comunicação Social, Engenharia de Produção e Administração Noturno B)
3o.) Equipe Preta (Administração Diurno, Matemática e Medicina)
4o.) Equipe Verde (Ciências Contábeis e Engenharia Civil Noturno)
5o.) Equipe Vermelha (Administração Noturno  A, Ciências Econômicas e Engenharia Civil Diurno)
A todas as equipes, o Uni-FACEF agradece pelo desempenho, pela dedicação, pelo compromisso com a causa da solidariedade. E parabeniza a todos, especialmente, estudantes e padrinhos, que incansavelmente deram seu melhor pelo TROTE SOLIDÁRIO Uni-FACEF 2016.