Estudantes de Medicina do Uni-FACEF ficam acima da média, no “Teste de Progressão Individual 2016”

As duas turmas de Medicina, do Uni-FACEF, participaram do “TPI – Teste de Progressão Individual 2016” e, como resultado, nossos estudantes tiveram uma média superior à média dos demais participantes. Uma das estudantes do Uni-FACEF, por exemplo, conquistou a maior nota entre os 361 estudantes de sua etapa.

A média geral dos estudantes de primeiro ano, das escolas participantes, foi 33,03%, enquanto que a média dos primeiranistas do Uni-FACEF foi 37,48%. A média geral de todos os estudantes do segundo ano, das escolas participantes, foi 34,80% e dos nossos estudantes do segundo ano foi 41,74%.

Participaram, ao todo, 1966 estudantes – do primeiro ao sexto ano de seis faculdades de Medicina (Faceres, Unicastelo, Unifev, Unifran, Barão de Mauá e Uni-FACEF). De nossa instituição participaram 115 estudantes. Testes dessa natureza permitem avaliar o desempenho cognitivo e habilidades dos estudantes de Medicina. Com 120 questões, as provas contemplaram perguntas das seguintes áreas: Saúde Coletiva; Clínica; Ginecologia/Obstetrícia; Pediatria e Cirurgia.

Segundo o Prof. Dr. Frederico Alonso Sabino de Freitas, coordenador do curso de Medicina do Uni-FACEF, o TPI permite avaliar conteúdo, grade curricular, além do desenvolvimento dos estudantes. Ao estudante, por conseguinte, é possível avaliar seu próprio desempenho no curso, de forma a potencializar seus pontos fortes e corrigir seus eventuais pontos fracos, para uma formação cada vez mais consistente.

Os resultados permitem, também ao Uni-FACEF, a avaliação do trabalho, sempre visando a busca da excelência na formação de nossos futuros médicos.

O Uni-FACEF parabeniza a todos – estudantes e docentes – pelo desempenho e pelos resultados alcançados.

 

Prof. Dr. Frederico Alonso Sabino - coordenador do curso de Medicina, do Uni-FACEF. Foto: Uni-FACEF

Prof. Dr. Frederico Alonso Sabino de Freitas – coordenador do curso de Medicina, do Uni-FACEF. Foto: Uni-FACEF