Informações Gerais

Dados do curso

Criação Turno Regime Vagas Duração
1970 Diurno/Noturno Semestral 225 (75D/150N) 8 semestres (4 anos)
Habilitação Título
Bacharelado em Administração Bacharel em Administração

Aspectos Legais de Criação do Curso

  • Administração (período noturno): início em 01.03.70 com 1.683 alunos já formados pelo curso, oferecendo 150 vagas por semestre –, reconhecido DF / Port. Minist. 75.450/75 sendo reconhecido em 26.03.75;
  • Administração (período diurno): início em 01.03.98, oferecendo 75 vagas por semestre.

As últimas renovações de reconhecimento do curso de Administração ocorreram em 22/01/2003, através do Parecer CEE/GP nº 31/03 de 22/01/2003 publicado em 24/01/2003, em 28/05/2008, através do Parecer CEE/GP nº 293 de 28/05/2008 publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo de 29/05/2008 e, em 04/09/2013, pelo Parecer CEE/GP nº 344/13, publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo em 05/09/2013, sendo que, em todas, o curso obteve sua renovação de reconhecimento por cinco anos.

Veja mais informações sobre este curso no site do INEP clicando aqui.

Perfil desejado do egresso

O curso de Administração do Centro Universitário Municipal de Franca Uni-FACEF, prepara o egresso para agir com iniciativa na tomada de decisões, podendo atuar como autônomo, em empresa estatal ou privada, planejando, organizando, liderando e controlando os resultados dessas instituições e, também, prestar serviços diversos como: Gestor, Consultor e Assessor, podendo controlar atividades dos vários setores da organização, exercendo funções de comando.

Como funções profissionais alternativas, o Administrador poderá, ainda, atuar na área de Administração Geral, Finanças, Recursos Humanos, Marketing, Comércio Exterior, Produção, Auditoria, Projetos, Planejamento, Mercadologia, Informática, Consultorias, Serviços Públicos, Vendas, Compras, Custos, Logística, Organização e Métodos, Informações e Sistemas, dentre outras.

O profissional deverá estar apto para:

  • planejar, organizar, liderar, controlar, elaborar projetos  para alcançar a  rentabilidade e a produtividade das organizações. Construir uma política-financeira e orçamentária, lidar com números, estatística e fazer análise qualitativa e quantitativa;
  • solucionar problemas administrativos dentro das organizações.  Interagir com pessoas, parceiros, grupos e equipes.

Atuará, também, entre as organizações e seus talentos humanos, desenvolvendo cada vez mais seu potencial intelectual.

A qualificação dos Administradores constitui-se mais no “saber-ser” do que no “saber-fazer”, assim sendo, o administrador polivalente deve ser um generalista e não um especialista.